21 de junho de 2006

NOBEL

Por José Carlos Sá

O padre Tadeu, da Comissão de Justiça e Paz, pode se candidatar ao Prêmio Nobel da Paz 2006, sem medo de perder. Ele está defendendo que a Polícia e os agentes penitenciários só utilizem armas de fogo com balas de borracha no interior dos presídios, “para evitar por em risco a vida das pessoas que cumprem penas em unidades prisionais”. Tá bom. Os presos vão usar chuços de plástico? Vão jogar água fria, ao invés de água fervendo nos carcereiros? Tem que combinar primeiro com o adversário, como dizia Garrncha.

Tags

Compartilhar

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*